Curta!

Não Seja Uma Boa Menina | Zoe X

14 de julho de 2020


Oi, oi, meninxs, tudo bom com vocês? Hoje venho falar sobre mais um conto da autora Zoe X.


Título: Não Seja Uma Boa Menina
Autor(a): Zoe X
Editora: Independente
Páginas: 55
Ano: 2019
Gênero: romance

Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐
Em meio ao caos e a desigualdade, toda a inocência dela cheirava como o mais doce perfume para ele. Dentro de todo seu desespero e solidão, a justiça distorcida que ele trazia consigo era a única coisa que a mantinha de pé. E nessa dança proibida, ela descobriu que ser uma boa menina nem sempre era a garantia de se salvar e achou, na escuridão dele, o seu lugar.
"Não Seja Uma Boa Menina", conto lançado em 2019, foi uma das minhas leituras de 2020 que mais me surpreendeu.

Primeiramente, devo dizer que os livros da Zoe são conhecidos por não serem leituras para todos os tipos de pessoa, são os tipos de história que ou você ama ou odeia, e creio que isso se aplique de forma especial à "Não Seja Uma Boa Menina" (aliás, a própria autora deixa esse aviso antes que a história se inicie).

Em "Não Seja Uma Boa Menina" iremos conhecer Theodora, uma garotinha que vive com a mãe em uma época na qual a Segunda Guerra Mundial tem tornado as coisas muito difíceis para a maior parte das pessoas. Em meio às muitas dificuldades e a todas as coisas obscuras que acontecem na vida da garota enquanto ela cresce, Theodora conhecerá seu salvador em uma figura um tanto quanto inesperada e perceberá quem nem sempre alguém apontado como um monstro realmente o é, enquanto ele a protege das maldades do mundo que a cerca,.
"Eu era uma boa menina e coisas ruins não aconteciam com quem era bom. Era isso que mamãe me ensinava, era nisso que eu acreditava."
Eu conheci a escrita da Zoe por meio dos dois contos publicados em "Fetiche", e me apaixonei por ela logo de cara. Com base na minha experiencia com o trabalho da autora, quando decidi começar a leitura de "Não Seja Uma Boa Menina" eu esperava encontrar uma história com alto teor erótico, além do bom e velho romance. O que eu não sabia é que aqui Zoe X iria muito além, proporcionando ao leitor uma experiência de leitura um tanto quanto mórbida, abordando temas obscuros porém extremamente relevantes, e nos mostrando que na maioria das vezes os piores monstros são os seres humanos (o que, em um paralelo bem nada a ver, me lembra Scooby Doo kkk).

Com uma história que une de maneira singular partes aterrorizantes do folclore ao romance, "Não Seja Uma Boa Menina" me prendeu desde a primeira até a última página, sendo uma leitura muito fluida. Foram momentos de alta tensão mas também de intenso prazer acompanhando a trajetória de Theodora.

"Não Seja Uma Boa Menina" é sobre relações familiares e violência física/sexual, sobre termos que seguir os padrões impostos pela sociedade para não sermos julgados por ela, e sobre a forma como somos influenciados a definir algo como "bom" ou "ruim" através de padrões pré-estabelecidos, além de tantas outros assuntos importantíssimos.

Para mim, uma das melhores coisas que Zoe fez foi escrever essa história como a qual (segundo ela mesma) não houve uma preocupação com o lado comercial para agradar a um grande número de pessoas. Foi uma experiência deliciosa conhecer essa história que mostra o lado mais sombrio da escrita da autora, e que nos revela verdades valiosas sobre a vida.

SOBRA A EDIÇÃO:

Foi somente após terminar a leitura que consegui parar para refletir sobre o quanto a capa de "Não Seja Uma Boa Menina" (que, por sinal, é linda) diz sobre a vida de Theodora.
Além disso, a diagramação e revisão do e-books também estão incríveis.

Foi muito difícil para mim escrever sobre Não Seja Uma Boa Menina, porque ele é um livro único, e eu realmente não sei se fui capaz de expressar o quanto gostei dessa leitura, mas espero que sim. É muito mais que um romance aterrorizante, é uma história através da qual (intencionalmente ou não) a autora sem dúvidas conseguiu me fazer refletir sobre diversas questões relevantes.

Vocês conhecem a escrita da Zoe? Leiam também minha resenha de Fetiche (clique aqui).


Me acompanhe nas redes sociais:

Sugestão de pauta ou parceria: maisumcapituloblog@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário