Curta!

Ordem da série "Os Legados de Lorien" de Pittacus Lore



Estou lendo a série Os Legados de Lorien há um tempo. Recentemente decidi me propor a ler ao menos um dos livros que a compõem por mês, a partir de novembro, pois percebi que estou demorando muito para terminar (mesmo amando a série).

Graças a um amigo acabei descobrindo que, além dos livros principais, também existem "Os Arquivos Perdidos" (uma série de 15 contos) e 6 contos extras (menores que os de "Os Arquivos Perdidos"). Mas, quando fui pesquisar a ordem em que livros e contos deveriam ser intercalados, não achei essa informação. Tive que sentar e passar um tempo pesquisando sequência original de publicação dos livros para conseguir descobrir a ordem correta de leitura.

Por isso decidi postar essa lista aqui, a fim de ajudar qualquer um que também esteja buscando saber em qual ordem deve ler as obras de Pittacus Lore.

Para Sempre | G. Goulart


Título:
 Para Sempre
Autor: G. Goulart
Editora: Sonho de Livro
Páginas: 98
Ano: 2020
Gênero: romance
Nota: ⭐⭐⭐⭐

Em um sábado chuvoso, Isa encontra por acidente a fotografia de um casal desconhecido. Curiosa a respeito da história por trás daquela foto, a garota pede para a prima conta-la a ela.

Baseado em fatos reais, Para Sempre conta a história de quatro pessoas que se conhecem no trabalho e aos poucos se envolvem, até que se transformam em dois casais.
No entanto, o caminho para que esses casais se formem e para que continuem juntos sofre a interferência de traumas do passado e tropeços do presente, o que pode fazer com que se separem.

Resta à Isadora ouvir toda a história para descobrir qual desses dois casais é o da foto e qual foi o seu destino.

Tudo Nela Brilha e Queima | Ryane Leão


Título:
 Tudo Nela Brilha e Queima
Autor: Ryane Leão
Editora: Planeta
Páginas: 192
Ano: 2017
Gênero: poema / poesia
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐

Eu sempre tive um pouco de dificuldade em ler poesias e por muito tempo me afastei delas, por causa do uso - às vezes até excessivo - das figuras de linguagem. Acredito que a conotação realmente embeleze um poema, mas, ao meu ver, de nada me adianta ler algo que não consigo interpretar. E ter uma linguagem que facilita a compreensão, mas nem por isso torna a poesia menos bela, foi o fator determinante para que a poesia de Ryane Leão ganhasse o meu coração.

Nas páginas de Tudo Nela Brilha e Queima, encontramos textos maravilhosos, que nos tocam de uma forma indescritível. Eles falam sobre amor, força feminina, auto aceitação, dentre tantos outros temas que são extremamente pertinentes de serem falados, mas sobre os quais não se fala tanto quanto deveria.